Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura | Resultados, nuestro compromiso

  •     Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  •   Resultados, nosso compromisso

Climate Change and Adaptive Strategies in Brazil: the economic effects of genetic breeding - Artig

por Marcel Viana Pires E Dênis Antônio Da Cunha; IICA, Brasília, D.F. (Brasil);
do Nova Ruralidade Brasileira: Compreensões e Implicações na Política Pública – NEAD/MDA
.
Tipo de material: materialTypeLabelLivroLugar de publicação: Brasil: IICA, 2015Resumo: Resumo do Artigo: melhoramento genético representa importante estratégia adaptativa para lidar com os efeitos das mudanças climáticas, principalmente mediante o desenvolvimento de sementes resistentes à seca ou elevadas temperaturas. Dessa forma, o presente trabalho apresenta uma análise de adaptação às mudanças climáticas enfatizando a adoção do melhoramento genético em fazendas brasileiras.O objetivo do trabalho foi investigar como as mudanças climáticas irão afetar a adoção do melhoramento genético e o lucro dos produtores. Foram utilizadas projeções de temperatura e precipitação para o período entre 2010-2099, considerando dois diferentes cenários climáticos (A1B e A2), de acordo com o 4° Relatório de Avaliação do IPCC (2007). Analiticamente, estimou-se um modelo de Efeito de Tratamento. Os resultados indicam que a probabilidade de utilizar sementes transgênicas irá aumentar de 74% no cenário atual para 86% em 2020, 83% em 2050 e 81% em 2080. Os produtores que adotarem essa estratégia adaptativa apresentarão maiores lucros. Nas áreas onde o melhoramento genético é utilizado na agricultura, os valores da terra serão maiores, em ambos os cenários climáticos. Os produtores adaptados estarão menos expostos às consequências negativas das mudanças climáticas. Nesse sentido, verifica-se a necessidade de investimento em estratégias de adaptação para que o Brasil possa superar os efeitos adversos das mudanças climáticas? Assunto(s): MUDANÇA CLIMÁTICA | MUDANÇA?LIMÁTICA?STRATÉGIA ECONÔMICA
Tipo de material Localização Coleção Número de chamada Status Data de devolução Código de barras
Documento impreso Documento impreso Colección IICA Disponível CDBR000000001296

Relatório

Resumo do Artigo: melhoramento genético representa importante estratégia adaptativa para lidar com os efeitos das mudanças climáticas, principalmente mediante o desenvolvimento de sementes resistentes à seca ou elevadas temperaturas. Dessa forma, o presente trabalho apresenta uma análise de adaptação às mudanças climáticas enfatizando a adoção do melhoramento genético em fazendas brasileiras.O objetivo do trabalho foi investigar como as mudanças climáticas irão afetar a adoção do melhoramento genético e o lucro dos produtores. Foram utilizadas projeções de temperatura e precipitação para o período entre 2010-2099, considerando dois diferentes cenários climáticos (A1B e A2), de acordo com o 4° Relatório de Avaliação do IPCC (2007). Analiticamente, estimou-se um modelo de Efeito de Tratamento. Os resultados indicam que a probabilidade de utilizar sementes transgênicas irá aumentar de 74% no cenário atual para 86% em 2020, 83% em 2050 e 81% em 2080. Os produtores que adotarem essa estratégia adaptativa apresentarão maiores lucros. Nas áreas onde o melhoramento genético é utilizado na agricultura, os valores da terra serão maiores, em ambos os cenários climáticos. Os produtores adaptados estarão menos expostos às consequências negativas das mudanças climáticas. Nesse sentido, verifica-se a necessidade de investimento em estratégias de adaptação para que o Brasil possa superar os efeitos adversos das mudanças climáticas?

Não há comentários para este material.

Acesse sua conta para postar um comentário.