Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura | Resultados, nuestro compromiso

  •     Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  •   Resultados, nosso compromisso

Fortalecimento da economia rural de base familiar e cooperativa no estado do Rio Grande do Sul

por Governo Do Estado Do Rio Grande Do Sul; IICA, Brasília, D.F. (Brasil).
Tipo de material: materialTypeLabelLivroNúmero de Chamada: IICA Lugar de publicação: Brasília, Brasil: IICA, 2014Descrição: 199 p.Resumo: PCT Fortalecimento da Economia Rural de Base Familiar – Rio Grande do Sul. A parceria entre um Estado que tem na agricultura sua força econômica e uma agricultura familiar expressiva e produtiva e um organismo internacional especializado no desenvolvimento rural com presença em 34 países é estratégica para ambas as partes. O Governo do Estado do Rio Grande do Sul e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) mantêm laços cooperativos há quase duas décadas e de forma marcadamente evolutiva. A relação entre as instituições gaúchas e o Instituto iniciou em 1997 com um projeto para o Desenvolvimento Institucional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul (Emater-RS), passou pela implantação do RS Rural, Ações de Reforma Agrária e Cooperativismo, entre outros, até chegar ao Projeto de Cooperação Técnica (PCT) Internacional Fortalecimento da Economia Rural de Base Familiar, com a atual Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR/RS). Este PCT foi firmado em 2012 com objetivo de promover o fortalecimento da economia rural de base familiar e cooperativa no Estado do Rio Grande do Sul, propondo uma série de políticas para um diversificado público formado por 379 mil famílias de agricultores familiares (significando 86% do total de propriedades rurais do estado), 13 mil famílias assentadas, em torno de 200 famílias de sem terra acampadas, 22 mil pescadores artesanais, 30 mil piscicultores, 19.789 indígenas, 3.897 famílias quilombolas, 2.108 cooperativas rurais e 8.160 agroindústrias familiares. Nesse contexto, a SDR tem como missão promover o desenvolvimento sustentável do meio rural gaúcho, visando a: elevação da qualidade de vida; produção de alimentos, segurança e soberania alimentar; agricultura familiar como um modo de vida; um rural com gente e o fomento à cooperação. Para buscar a realização desta missão, a Secretaria tem como prioridade estratégica contribuir para o fortalecimento das economias de base familiar e cooperativa do meio rural.

Download: por

Assunto(s): AGRICULTURA FAMILIAR | FAMILY FARMING | AGRICULTURE FAMILIALE | AGRICULTURA FAMILIAR | DESARROLLO DE LA COMUNIDAD | COMMUNITY DEVELOPMENT | DÉVELOPPEMENT DE LA COMMUNAUTÉ | DESENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE | DESARROLLO RURAL | RURAL DEVELOPMENT | DÉVELOPPEMENT RURAL | DESENVOLVIMENTO RURAL | DESARROLLO ECONÓMICO Y SOCIAL | SOCIOECONOMIC DEVELOPMENT | DÉVELOPPEMENT SOCIOÉCONOMIQUE | DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÓMICO | DESARROLLO SOSTENIBLE | SUSTAINABLE DEVELOPMENT | DÉVELOPPEMENT DURABLE | DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL | ACTIVIDADES COOPERATIVAS | COOPERATIVE ACTIVITIES | ACTIVITÉ COOPÉRATIVE | ACTIVIDADE COOPERATIVA | AGROINDUSTRIA | AGROINDUSTRY | AGRO-INDUSTRIE | AGROINDÚSTRIA | INDUSTRIA ALIMENTARIA | FOOD INDUSTRY | INDUSTRIE ALIMENTAIRE | INDÚSTRIA ALIMENTAR | SECTOR AGRARIO | AGRICULTURAL SECTOR | SECTEUR AGRICOLE | SECTOR AGRÍCOLA | POLÍTICA DE DESARROLLO | DEVELOPMENT POLICIES | POLITIQUE DE DÉVELOPPEMENT | POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO | ASISTENCIA TÉCNICA | TECHNICAL AID | AIDE TECHNIQUE | ASSISTÊNCIA TÉCNICA | BRASIL
Tipo de material Localização Coleção Número de chamada Status Data de devolução Código de barras
Documento digital Documento digital Colección IICA IICA (Percorrer estante) Disponível BVE17069033

PCT Fortalecimento da Economia Rural de Base Familiar – Rio Grande do Sul. A parceria entre um Estado que tem na agricultura sua força econômica e uma agricultura familiar expressiva e produtiva e um organismo internacional especializado no desenvolvimento rural com presença em 34 países é estratégica para ambas as partes. O Governo do Estado do Rio Grande do Sul e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) mantêm laços cooperativos há quase duas décadas e de forma marcadamente evolutiva. A relação entre as instituições gaúchas e o Instituto iniciou em 1997 com um projeto para o Desenvolvimento Institucional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul (Emater-RS), passou pela implantação do RS Rural, Ações de Reforma Agrária e Cooperativismo, entre outros, até chegar
ao Projeto de Cooperação Técnica (PCT) Internacional Fortalecimento da Economia Rural de Base Familiar, com a atual Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR/RS). Este PCT foi firmado em 2012 com objetivo de promover o fortalecimento da economia rural de base familiar e cooperativa no Estado do Rio Grande do Sul, propondo uma série de políticas para um diversificado público formado por 379 mil famílias de agricultores familiares (significando 86% do total de propriedades rurais do estado), 13 mil famílias assentadas, em torno de 200 famílias de sem terra acampadas, 22 mil pescadores artesanais, 30 mil piscicultores, 19.789 indígenas, 3.897 famílias quilombolas, 2.108 cooperativas rurais e 8.160 agroindústrias familiares. Nesse contexto, a SDR tem como missão promover o desenvolvimento sustentável do meio rural gaúcho, visando a: elevação da qualidade de vida; produção de alimentos, segurança e soberania alimentar; agricultura familiar como um modo de vida; um rural com gente e o fomento à cooperação. Para buscar a realização desta missão, a Secretaria tem como prioridade estratégica contribuir para o fortalecimento das economias de base familiar e cooperativa do meio rural.

Não há comentários para este material.

Acesse sua conta para postar um comentário.

Clique em uma imagem para visualizá-la pelo image viewer